fbpx

Neurovida incorpora Neurolith© para o tratamento da Doença de Alzheimer

As terapias baseadas na estimulação ou modulação do córtex cerebral através do crânio, ou neuromodulação não invasiva, têm a capacidade de restaurar ou reverter alterações funcionais do metabolismo e da atividade elétrica cerebral através da “afinação” dos circuitos patológicos subjacentes às perturbações cerebrais.

Exemplos de neuromodulação incluem estimulação magnética transcraniana, estimulação elétrica de corrente fraca, e ultrassom focalizado (FUS). Os dois primeiros, com mais de 20 anos de estudo, começam a ser recomendados nas diretrizes de boas práticas e são encorajados a passar gradualmente à prática clínica. O mais novo, a neuromodulação FUS, tem várias vantagens potenciais sobre as modalidades existentes, devido à sua capacidade de penetração e às particularidades dos seus efeitos.

Uma forma particular de FUS, a estimulação de pulso transcraniana (TPS®), que fornece impulsos acústicos curtos com uma gama de frequências de ultrassons, permite uma estimulação cerebral focal, atingindo profundidades até 8 cm no cérebro.

Este método, desenvolvido pela Storz Medical (NEUROLITH®) reflete um avanço no campo da estimulação transcraniana, pois é o único sistema completo de estimulação acústica transcraniana que foi rigorosamente validado por ensaios clínicos.

Tem incorporado a neuronavegação para a colocação precisa da sonda de estimulação, e pode ser executado com precisão em cerca de 30 minutos, com apenas 6 sessões necessárias para alcançar um efeito clinicamente relevante. A aplicação em segurança desta tecnologia foi validada rigorosamente. O sistema é um dispositivo médico pronto para uso clínico, possui todas as certificações IEC completas e é fabricado em instalações com certificação de sistema de qualidade de dispositivo médico, o que garante a segurança do seu funcionamento.

O mecanismo chave induzido pelo TPS® é a mecanotransdução. Especificamente, foi demonstrado que esta modalidade de estimulação promove a expressão de fatores de crescimento, melhora o fluxo sanguíneo cerebral, e a regeneração neural.

O sistema recebeu a aprovação da União Europeia (CE) para o tratamento das fases iniciais da doença de Alzheimer e está atualmente a ser investigado para outras doenças neurológicas.

A NeuroVida, em colaboração com a Teprel, incorporou o Neurolith no seu arsenal terapêutico a 21 de setembro e acaba de terminar a sua assimilação tecnológica, incluindo a formação do seu pessoal para a sua exploração e um estudo piloto para a avaliação da tecnologia em sujeitos saudáveis e com a doença de Alzheimer, prevendo a sua incorporação no nosso programa de atenção ao declínio cognitivo (Psicotrend).

Sobre o Autor

A NeuroVida é uma instituição médica de neurologia e neurociências, pioneira em Portugal, que presta atenção integrada e interdisciplinar de cuidados a doentes do foro neurológico e neuropsiquiátrico. 

A clínica conta com uma equipa de especialistas em diversas áreas interdisciplinares liderada pelo Dr. Lázaro Álvarez, neurologista e neurocientista com mais de 30 anos de experiência.

Se quiser saber mais sobre a clínica ou a sua equipa médica, recomendamos-lhe que visite o nosso site oficial.

Ver mais: Alzheimer