fbpx

Mais vale prevenir do que remediar: 3 passos para evitar uma recaída de Depressão

Após sair de um episódio depressivo, a última coisa em que se quer pensar é numa recaída. No entanto, mais vale prevenir do que remediar. Simples passos podem diminuir, e muito, o risco de recaída. Hoje partilhamos três:

1. Praticar exercício Físico

Está provado científicamente que o exercício melhora o humor, incluindo em pessoas que estão deprimidas. A agência americana de Centros de Controle e Prevenção de Doenças sugere meia hora de exercício moderado, pelo menos 5 dias por semana, para manutenção da saúde geral. Recentemente, investigadores descobriram que esta mesma quantidade de exercício produz grandes melhorias em casos de depressão.

2. Evitar comportamentos de risco

Em momentos de desânimo ou tristeza, evite fazer uso de álcool ou outras substâncias, e/ou comportamentos de natureza aditiva. Não só pelo risco de dependência, mas também porque o aumento exagerado da dopamina (responsável pela sensação de prazer temporário) leva a um decréscimo da serotonina, responsável pelo seu bem-estar a longo prazo (leia mais sobre este assunto aqui).

3. Mude a sua forma de pensar

Para derrotar a depressão, e mantê-la longe, é necessário reaprender a olhar o mundo. Os nossos pensamentos em relação à nossa realidade, a nós mesmos, e ao futuro, são cruciais para determinar quão felizes conseguimos ser. O acompanhamento psicológico pode ser um forte aliado nesta etapa. Vença a depressão, não apenas pela remissão dos sintomas, mas pela adopção de uma nova abordagem à vida.

Dra. Filipa Aires, Psicóloga Clínica

Sobre o Autor

A NeuroVida é uma instituição médica de neurologia e neurociências, pioneira em Portugal, que presta atenção integrada e interdisciplinar de cuidados a doentes do foro neurológico e neuropsiquiátrico. 

A clínica conta com uma equipa de especialistas em diversas áreas interdisciplinares liderada pelo Dr. Lázaro Álvarez, neurologista e neurocientista com mais de 30 anos de experiência.

Se quiser saber mais sobre a clínica ou a sua equipa médica, recomendamos-lhe que visite o nosso site oficial.

Ver mais: Depressão, psicologia