Dopamina vs Serotonina: Será prazer ou felicidade? Conheça a diferença!

A diferença semântica entre felicidade e prazer é subtil, no entanto, a diferença química é enorme, e pode conter a resposta para o seu bem-estar a longo-prazo.

A serotonina e a dopamina são dois neurotransmissores (substâncias químicas responsáveis pela comunicação entre as células do sistema nervoso) com circuitos neuronais distintos. A curto-prazo, pode parecer que o prazer e a felicidade se complementam, ou que são formas diferentes de alcançar o mesmo, contudo, a longo-prazo não poderiam ser mais diferentes.

  • A dopamina é responsável pelo prazer. A sua acção é de curto-prazo e está associada à recompensa. Tem apenas 5 receptores no cérebro.
  • A serotonina é responsável pela felicidade. A sua acção é de longo-prazo e está associada ao contentamento. Espalha sinais através do cérebro, chegando a pelo menos 14 receptores.

O endocrinologista Robert Lustig alerta para os perigos da vida moderna e como esta alimenta o sistema de recompensa e prazer (dopamina). Drogas, açúcar, fast food, telemóveis, redes sociais, jogos, e até mesmo ir às compras, podem ter um efeito similar no comportamento humano, altamente aditivo.

Qualquer comportamento, substância, ou actividade, que consideremos recompensadora gera um aumento da dopamina. O problema é que um aumento anormal da dopamina leva a um decréscimo da serotonina (é por isso que a dependência e a depressão são faces diferentes da mesma moeda). Como o Dr. Lustig afirma:

Quanto mais prazer uma pessoa procura, mais infeliz se torna.

De acordo com Seth Godin, hoje em dia facilmente temos à disposição meios para suprir a nossa necessidade de uma satisfação imediata (prazer). Por outro lado, a felicidade é mais difícil de alcançar. Requer mais paciência, planeamento, e escolhas conscientes relacionadas com o altruísmo e as ligações afectivas. Mas vale a pena o esforço!

Para cuidar da sua saúde-mental a longo-prazo, preste atenção à forma como se sente:

  • A dopamina faz o seu cérebro dizer: isto é bom, quero mais.
  • A serotonina faz o seu cérebro dizer: isto é bom, e é suficiente.