fbpx

Vídeo: Terapia ocupacional na reabilitação do membro superior após AVC

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) está entre as patologias que causam mais limitações físicas e funcionais. A Hemiparésia é a alteração física mais comum após um AVC, comprometendo o funcionamento dos membros superior e inferior de um mesmo lado do corpo, caracterizada por um padrão de rigidez dos músculos flexores do membro superior e dos músculos extensores do membro inferior.

A Terapia de Contensão Induzida é uma importante técnica de reabilitação, que tem vindo a  destacar-se recentemente e que tem como objectivos:

  • Promover a melhoria funcional do membro parético
  • Possibilitar a melhoria do desempenho ocupacional
  • Promover a qualidade de vida do paciente

Hoje damos a conhecer uma pequena parte da jornada da reabilitação de um jovem de 21 anos após um AVC.  No vídeo abaixo pode ver o resultado da intervenção (após a aplicação do protocolo da Terapia de Contensão Induzida) quando comparado ao início do tratamento. São notórias as melhorias na capacidade funcional e no tempo de execução das tarefas, no aumento do uso do membro parético, e na ampliação do desempenho motor.


Com a ajuda da Terapia Ocupacional, este jovem iniciou uma jornada pela recuperação. Paciente e Terapeuta juntos, em equipa, alcançaram uma maior autonomia!

Sobre o Autor

A NeuroVida é uma instituição médica de neurologia e neurociências, pioneira em Portugal, que presta atenção integrada e interdisciplinar de cuidados a doentes do foro neurológico e neuropsiquiátrico. 

A clínica conta com uma equipa de especialistas em diversas áreas interdisciplinares liderada pelo Dr. Lázaro Álvarez, neurologista e neurocientista com mais de 30 anos de experiência.

Se quiser saber mais sobre a clínica ou a sua equipa médica, recomendamos-lhe que visite o nosso site oficial.

Ver mais: AVC, Reabilitação, terapia ocupacional