fbpx

A morada do pessimismo no cérebro: Porque vemos o copo meio vazio e não meio cheio?

Algumas pessoas parecem ter uma tendência natural para ver o lado negativo quando confrontadas com uma situação de tomada de decisão. Uma investigação recente de um grupo de cientistas do MIT, publicada num número da revista Neuron deste mês (Agosto de 2018), identificou qual é a região do cérebro que pode estar a induzir o pessimismo.

Esta investigação centrou-se na área do cérebro onde nasce a ponderação negativa durante o processo de tomada de decisão – o núcleo caudado (uma estrutura dos gânglios da base*). Os investigadores estimularam o núcleo caudado com uma pequena corrente eléctrica, em macacos, e perceberam que os animais começaram a evitar a escolha que levaria à recompensa, quando, na ausência de estimulação, a teriam preferido – o que traduz que a tomada de decisão “pessimista” pode estar potencialmente ligada a um núcleo caudado hiperactivo.

Esta descoberta espera ajudar a direccionar os tratamentos para pessoas que sofrem de depressão e ansiedade – quadros onde a visão pessimista do mundo pode ser esmagadora e incapacitante. Particularmente, as técnicas de estimulação cerebral não invasiva podem ser uma solução para modular a actividade do núcleo caudado e suprimir o negativismo.

Um resultado interessante de uma investigação anterior, deste mesmo grupo de cientistas, demonstrou que, quando os animais estavam cronicamente stressados, apresentavam comportamentos de alto risco, sugerindo que as decisões de risco são tomadas sob a influência de stresse e ansiedade. Os investigadores levantaram a hipótese de que esta relação entre o stresse e as decisões de risco pode explicar o abuso de substâncias.

*Ann Graybiel, a autora sénior desta pesquisa, é uma reconhecida autoridade em Gânglios Basais.
Sobre o Autor

A NeuroVida é uma instituição médica de neurologia e neurociências, pioneira em Portugal, que presta atenção integrada e interdisciplinar de cuidados a doentes do foro neurológico e neuropsiquiátrico. 

A clínica conta com uma equipa de especialistas em diversas áreas interdisciplinares liderada pelo Dr. Lázaro Álvarez, neurologista e neurocientista com mais de 30 anos de experiência.

Se quiser saber mais sobre a clínica ou a sua equipa médica, recomendamos-lhe que visite o nosso site oficial.

Ver mais: Depressão